Embaixadores Ibero-Americanos para a Cultura/

Os Embaixadores(as) Ibero-americanos(as) são pessoas de reconhecida trajetória que se comprometem a divulgar e promover o trabalho da Secretaria-Geral Ibero-Americana (SEGIB) e os valores que ela representa. Nos últimos anos, com a nomeação de Embaixadores Ibero-Americanos como Jorge Drexler e Carlinhos Brown, a SEGIB lançou essa iniciativa criando relações estratégicas e contínuas com personalidades conhecidas como referências culturais, bem como por seu compromisso com o projeto ibero-americano nas áreas de cooperação, cultura, educação e coesão social. Os embaixadores representam os valores de solidariedade, pluralidade e respeito pela diversidade da nossa região.

shutterstock_632661182

Jorge Drexler

JD_Nova_Foto_Oficial

Jorge Drexler é um cantor e compositor uruguaio, com uma longa carreira profissional ligada à música e às artes. Durante sua carreira, gravou treze álbuns de estúdio e ofereceu concertos por toda Ibero-América, “o maior presente que a música me deu”, assegura.

É Embaixador Ibero-Americano para a Cultura desde 2016, embora prefira outros termos para se nomear: “Me sinto muito orgulhoso por ter sido nomeado embaixador, embora sempre acrescento que não tenho nenhuma formação diplomática. Mais do que um embaixador, sou um andarilho e estendedor de pontes”, afirma Drexler.

Veja aqui o vídeo completo do ato de nomeação

Carlinhos Brown

Carlinhos Brown

Carlinhos Brown é um cantor, percussionista, compositor, artista plástico e ativista social brasileiro considerado o grande representante da cultura afro-brasileira na Ibero-América.

Carlinhos Brown é um artista da atualidade e que se conecta com o público jovem. Atualmente é técnico do The Voice Brasil e The Voice Brasil Kids. É Embaixador Ibero-Americano para a Cultura desde 2018, quando se tornou o primeiro músico brasileiro afrodescendente a receber a nomeação.

Veja aqui o vídeo completo do ato

Foram nomeados também Embaixadores Ibero-Americanos da Cultura: Joan Manuel Serrat, Espanha (2010); Tania Libertad,  Peru/México (2010); Ana Belén, Espanha (2010); Nélida Piñón, Brasil (2012); Sara Baras, Espanha (2012) e Julio Bocca, Argentina (2012).