Iberbibliotecas
Programa Ibero-Americano de Bibliotecas Públicas

Países integrantes

Mapa Iberoamérica Andorra España Portugal México Jamaica Haití República Dominicana Puerto Rico Cuba Belice Guatemala El Salvador Honduras Nicaragua Costa Rica Panamá Chile Argentina Brasil Guayana Francesa Surinam Guayana Venezuela Colombia Ecuador Perú Bolivia Paraguay Uruguay

Argentina, Brasil, Colombia, Costa Rica, Chile, Ecuador, España, México, Paraguay, Perú

Antecedentes

Aprovado na X Cúpula de Chefes de Estado e de Governo do Panamá no ano 2000, e reformulado na XXI Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo de Assunção, Paraguai, em 2011.

O seu objetivo é promover o acesso livre e gratuito de todos os cidadãos à leitura, à informação e ao conhecimento, e modernizar e fortalecer as bibliotecas da Ibero-América; pretende também aproveitar ao máximo a tecnologia e promover um acesso democrático para apoiar o desenvolvimento das redes ou sistemas de bibliotecas públicas da Ibero-América; bem como dar visibilidade ao impacto que as bibliotecas têm na construção de sociedades democráticas e no fortalecimento do tecido social.

Além dos países participantes, participam as cidades Medellín, Buenos Aires e Quito.

Objetivos

  1. Formar e dar apoio técnico aos sistemas bibliotecários nacionais em coordenação com o CERLALC (Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e Caribe)


  2. Apoiar projetos para o desenvolvimento, fortalecimento, modernização e avaliação de redes e sistemas de bibliotecas públicas


  3. Apoiar iniciativas de bibliotecas públicas, sobretudo das situadas em zonas vulneráveis e isoladas


  4. Apoiar propostas de investigação sobre as Bibliotecas, e o seu impacto no desenvolvimento das comunidades


  5. Apoiar programas de formação dos funcionários das bibliotecas públicas, e intercâmbio de experiências entre profissionais e responsáveis de bibliotecas públicas


  6. Apoiar projetos cooperativos, de ou para bibliotecas públicas, que favoreçam o conhecimento e a circulação da produção cultural regional


  7. Apoiar programas de fomento da leitura


  8. Apoiar projetos e serviços bibliotecários que promovam o desenvolvimento local e a participação comunitária

Redes sociais