“Emprego, empreendimento e cooperação para apoiar os jovens Ibero-americanos” dizem Chanceleres

Durante a manha de hoje, 28 de outubro, os Chanceleres ibero-americanos reuniram-se para trabalhar sobre os documentos oficiais que serão aprovados pelos 22 Presidentes da região.

281016-cia-foto-de-familia-2-intro

A Chanceler colombiana, María Ángela Holguín, falou nesta manhã durante a inauguração da Reunião de Ministros de Relações Exteriores, em Cartagena de Índias, sobre os trabalhos realizados pela Colômbia como Secretaria Pro Têmpore da XXV Cúpula Ibero-americana, destacando os compromissos concretos para o emprego, o empreendimento e a cooperação e intercâmbio entre os jovens Ibero-americanos.

A criação de um observatório para o emprego, o empreendimento e a segurança social juvenil em Ibero-América, assim como um banco de boas práticas para o intercâmbio de informação sobre políticas, estratégias e programas sobre geração e promoção de emprego para os jovens, é o primeiro dos compromissos assumidos pelos países nestes dois últimos anos.

O impulso e a promoção da transformação das administrações públicas Ibero-americanas com o fim de aumentar a participação dos jovens no serviço público e promover uma oferta de formação de pessoal diretivo e técnico em políticas públicas de juventude foi outro dos compromissos alcançados.

A formulação e o desenvolvimento de um Projeto focado ao fomento da Ciência Aberta, um Plano de Fomento do empreendimento inovador e de base tecnológica e um Plano para o desenvolvimento do Ecossistema Digital Ibero-americano são também compromissos chave que junto com o fortalecimento das políticas públicas de saúde de luta contra o consumo de droga e os desafios nutricionais melhorarão o futuro dos jovens da região.

Holguín, que assegurou que para Colômbia, “o espaço Ibero-americano é um cenário de grande convergência cultural em meio de uma enorme diversidade com respeito a níveis de desenvolvimento e modelos econômicos” agradeceu também o apoio e esforço da Secretaria Geral Ibero-americana por facilitar estes compromissos e o êxito da Cúpula.

30535803531_89aa048438_kAinda assim, convidou todos a celebrar o êxito destes 25 anos de Cúpulas Ibero-americanas e concluiu dizendo que apesar dos desafios que a Ibero-América enfrenta “é uma região de desenvolvimento e prosperidade, de optimismo e esperança”.

A Secretária-Geral Iberoamericana, Rebeca Grynspan, destacou as conquistas dos últimos nas quais, graças ao diálogo contínuo e ao compromisso dos países foi possível somar mais de 600 instituições públicas e privadas e 20 países para fazer realidade a mobilidade do talento graças à aliança que supõem o Campus Iberoamérica.

Apesar das diferenças e da diversidade da região, Grynspan apontou que a Ibero-América conseguiu implantar e consolidar seu modelo de Cooperação Sul-Sul triangular, e sublinhou a necessidade de comprometer-se com a juventude mais educada da região que, entretanto, conta com a taxa de deserção mais alta do mundo e na qual ademais 1 de cada 5 jovens está fora do mercado de trabalho.

Para Secretária-geral Ibero-Americana, “o talento está sendo distribuído, o que não está são as oportunidades”. E, nesse sentido advogou pela necessidade de seguir trabalhando para consolidar um espaço de esperança e de futuro para a região.

A reunião foi presidida pela Troika, que incluí a chanceler do México, Claudia Ruis Massieu; a Secretária-Geral Ibero-Americana, Rebeca Grynspan; e a chanceler de Colômbia, María Angela Holguín.

Uma vez instalada a reunião, os chanceleres continuaram o encontro a portas fechadas com o objetivo de terminar de trabalhar os documentos oficiais que serão aprovados pelos presidentes durante a sessão de amanhã, 29 de outubro.

Veja todos os assuntos