O Presidente Santos e a Secretária-Geral Ibero-Americana inauguram a Reunião Ministerial de Cultura

Começa a segunda reunião de alto nível rumo à XXV Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado, a realizar em Cartagena, Colômbia, nos dias 28 e 29 de outubro de 2016.

ministerialcultura2016-interna

Foi hoje inaugurada a XVIII Conferência Ibero-Americana de Ministros da Cultura, na qual participaram o Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, a secretária-geral ibero-americana, Rebeca Grynspan, o diretor-geral da Organização dos Estados Ibero-Americanos, Paulo Speller e a Ministra da Cultura da Colômbia, Mariana Garcés.

No seu discurso, a Secretária agradeceu ao Presidente da Colômbia e a toda a equipa da Secretaria Pro-Tempore o trabalho conjunto com os organismos ibero-americanos na organização desta e de todas as reuniões ministeriais no intenso caminho rumo à XXV Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo.

E, tal como na Cúpula de Presidentes de Veracruz, agradeceu novamente o apoio da SEGIB ao processo de paz da Colômbia. Reiterou que “com o processo de paz […] a Ibero-América passará a ser a única macro região do mundo sem conflitos armados. A única macro região em paz. Este é um triunfo de uma transcendência incalculável.”

En su intervención también destacó la importancia de la cultura iberoamericana como “motor de desarrollo e instrumento de paz y cohesión social”, y resaltó el papel del Espacio Cultural Iberoamericano, fortalecido a lo largo de 25 años de Cumbres Iberoamericanas. Igualmente, comentó que “la Cooperación Iberoamericana ha rendido resultados concretos y más del 70% de sus beneficiarios son jóvenes”.

Na sua intervenção destacou também a importância da cultura ibero-americana como “motor de desenvolvimento e instrumento de paz e coesão social”, e sublinhou o papel do Espaço Cultural Ibero-Americano, fortalecido ao longo de 25 anos de Cúpulas Ibero-Americanas. Referiu igualmente, que “a Cooperação Ibero-Americana gerou resultados concretos e que mais de 70% dos seus beneficiários são jovens”.

Por sua vez, na sua intervenção, o Presidente Santos assegurou que “Fomentar a cultura é construir a paz”, e apresentou um balanço da situação da cultura na Colômbia durante os últimos 6 anos, destacando o Plano Nacional de Leitura e Escrita: Leer es mi cuento, a lei de Espetáculos Públicos promulgada em 2011, que, entre outras medidas, garante recursos para a construção e a manutenção de cenários culturais e para o fortalecimento da indústria cinematográfica nacional, fortalecimento este que foi conseguido graças à lei de cinema promulgada em 2003, que alcançou o seu apogeu em 2015 quando 36 filmes colombianos chegaram às salas de cinema, bem como a lei de filmagem da Colômbia que propõe incentivos para as produções que se realizam no país: foram já produzidos na Colômbia mais de 20 filmes estrangeiros.

A conferência com os ministros continua hoje e espera-se que no fim do dia se realize a Declaração Final dos Ministros da Cultura Ibero-Americanos.

As intervenções da inauguração podem ser vistas através destes links:

Intervenção completa do Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos
Intervenção completa da Secretária Ibero-Americana, Rebeca Grynspan

Consulte aquí a declaração final da Reunião Ministerial de Cultura

Veja todos os assuntos