Cultura urbana para a inclusão social na América Latina

Seminário em Bruxelas, organizado pela Secretaria-Geral Ibero-Americana e a Comissão Europeia, entre outros, com os principais eixos de discussão: cultura digital, papel da cultura na construção de cidades democráticas e fomento de políticas culturais para a inclusão.

culturbana (2)

Teve ontem lugar em Bruxelas o seminário “Cultura urbana para a inclusão social na América Latina”, organizado pela Secretaria-Geral Ibero-Americana e a Comissão Europeia. O encontro teve como eixos de discussão, entre outros, a cultura digital, o papel da cultura na construção de cidades democráticas e o fomento de políticas culturais para a inclusão.

Na introdução ao seminário, a secretária-geral ibero-americana, Rebeca Grynspan, realçou o poder da cultura urbana para acabar com a desigualdade nas cidades e destacou que um dos “grandes desafios” é “traduzir a crescente concentração urbana em densidade de tecido social” sublinhando a necessidade de construir “comunidade onde só existe proximidade”. Recordou também que a Segib “promove a mudança de paradigma” para que governos e instituições “não só administrem a cultura, mas a reconheçam”; para que esta se produza em “arranha-céus e favelas, em todas as faixas etárias e a todos os níveis educativos”.

Juntamente com a Secretária-Geral, a ministra da Cultura da Costa Rica, Sylvie Durán, e a diretora-geral adjunta de Desenvolvimento e Cooperação da EuropeAid, Marjeta Jäger, foram também encarregadas de inaugurar o seminário, reivindicando a necessidade de retirar a experiência criativa desses espaços da “alta cultura herdada” e passar “do anedótico” para a criação de políticas públicas que melhorem a situação da cultura e que aproveitem a oportunidade que a cultura oferece para que a Europa e a América Latina construam sociedades inclusivas.

O ato de abertura concluiu com uma mensagem gravada do ministro da Cultura do Brasil, Juca Ferreira, que referiu que o Brasil irá submeter as questões tratadas neste seminário à reunião ministerial ibero-americana da Cultura a ter lugar no próximo dia 19 de maio em Cartagena das Índias (Colômbia).

Além disso, durante o evento que durou todo o dia, participaram o diretor de Populações do Ministério da Cultura da Colômbia, Moisés Medrano, a secretária de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura do Brasil, Ivana Bentes, entre muitos outros oradores de governos e da sociedade civil que se centraram em 4 temas principais, a saber:

  • Políticas culturais a favor da inclusão social e do desenvolvimento humano num contexto urbano
  • Das práticas culturais às políticas públicas: arte e iniciativas para a inclusão social
  • Políticas de cultura digital para o fortalecimento da criatividade social e da inovação cidadã
  • O papel da cultura na construção de cidades democráticas

Resumen do Seminário

Veja todos os assuntos