Cooperação ibero-americana: conheça o projeto adscrito TETO

TETO trabalha por uma sociedade justa e sem pobreza, onde todas as pessoas tenham as oportunidades de desenvolver suas capacidades e possam exercer e disfrutar plenamente dos seus direitos.

Techo_fondoinfografia_2

Cooperação Ibero-Americana é o mecanismo através do qual os 22 países que compõem a Ibero-América traduzem em ações concretas os acordos e compromissos políticos assumidos pelos Chefes de Estado e de Governo da Ibero-Americanos nas Cúpulas.

Para alcançar este objetivo, os governos participam de diferentes iniciativas e programas de apoio e incentivo à cultura, coesão social e conhecimento, de acordo com suas prioridades nacionais e através da cooperação técnica e financeira, de forma horizontal.

TETO é um projeto adscrito que se alinha com a Cooperação Ibero-Americana, dando-lhe valor agregado e contribuindo para a promoção do desenvolvimento na Ibero-América através do trabalho conjunto realizado por jovens voluntários e populações vulneráveis ​​em assentamentos informais na região para superar a pobreza.

Foi criado em novembro de 2006, levando em consideração as decisões adotadas pela Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo realizada em Montevidéu (Uruguai).

Os principais objetivos da organização são promover o desenvolvimento comunitário, denunciar a situação em que vivem as comunidades mais excluídas e influenciar conjuntamente em espaços decisórios e de definição de políticas públicas.

Foi aprovado pelos Chefes de Estado e de Governo na 20ª Cúpula Ibero-Americana de Mar del Plata (2010), incorporando-se como um projeto adstrito.

Atualmente, 18 países ibero-americanos participam do programa: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

micrografia_segib_V8-Techo-FB-PT

Veja todos os assuntos