Bogotá será sede da Conferência Ministerial da Administração Pública e Reforma do Estado

Nos próximos dias 7 e 8 de julho realizar-se-á em Bogotá a XVII Conferência Ibero-americana de Ministras e Ministros da Administração Pública e Reforma do Estado sob o tema “Oportunidades para a juventude, um desafio da política pública”.

Cartel Ministerial Adm. Publica

Na próxima quinta-feira, dia 7 e na sexta-feira, 8 de julho, Bogotá, Colômbia, será a sede da XVII Conferência Ibero-americana de Ministras e Ministros da Administração Pública e Reforma do Estado: “Oportunidades para a juventude, um desafio de política pública”, evento que é organizado pelo Departamento Administrativo da Função Pública da Colômbia, o Centro Latino-americano de Administração para o Desenvolvimento e a Secretaria Geral Ibero-americana e que reunirá as cabeças do setor da administração pública de 22 países.

A abertura da Conferência realizar-se-á na quinta-feira, 7 de julho, às 9 a.m., e estará a cargo do Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos. Além disso intenvendrão a Chanceler da Colômbia Maria Angela Holguín, e o Secretário para a Cooperação Ibero-Americana, Salvador Arriola. O evento levar-se-á a cabo no salão Bolívar do Ministério de Relações Exteriores.

A XVII Conferência Ibero-americana de Ministras e Ministros da Administração Pública e Reforma do Estado contará com a presença de representantes dos países membros do Centro Latino-americano de Administração para o Desenvolvimento – CLAD e promoverá a discussão em torno dos avanços e desafios da ligação entre jovens, políticas da juventude e administração pública na Ibero-América, a “Carta Ibero-americana de Governo Aberto” e outros assuntos de relevância regional.

As conclusões da Conferência traduzir-se-ão em mandatos pontuais –escaláveis à XXV Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo– que se devem materializar em compromissos concretos na ligação dos jovens à administração pública, em que será incluído o Pacto Ibero-americano pelas Juventudes.

O evento contará com a intervenção do especialista uruguaio em Políticas Públicas de Juventude e Desenvolvimento Social Ernesto Rodríguez, que é sociólogo, consultor internacional das Nações Unidas e assessor de vários Governos da região.

Veja todos os assuntos