redeamiinicial
A Ibero-América enfrenta o COVID-19

Em Rede contra o
COVID-19

Rede das Autoridades em Medicamentos da Ibero-América (EAMI) é um instrumento de cooperação entre as Agências ou Direcções de Medicamentos dos 22 países ibero-americanos, e pertence ao Registo de Redes Ibero-Americanas da SEGIB. É um fórum técnico para a troca de conhecimentos e informações. Seu networking busca aprofundar ações comuns que consolidam a qualidade e eficiência de suas ações com o objetivo de servir de referência para profissionais e cidadãos.

Todas as informações refletidas nesta página provêm da rede EAMI.

Rede das Autoridades em Medicamentos da Ibero-América (EAMI) é um instrumento de cooperação entre as Agências ou Direcções de Medicamentos dos 22 países ibero-americanos, e pertence ao Registo de Redes Ibero-Americanas da SEGIB. É um fórum técnico para a troca de conhecimentos e informações. Seu networking busca aprofundar ações comuns que consolidam a qualidade e eficiência de suas ações com o objetivo de servir de referência para profissionais e cidadãos.

Todas as informações refletidas nesta página provêm da rede EAMI.

TRATAMENTOS PARA EL COVID-19
GUIAS2
ENSAIOS CLINICOS PARA COVID-19

|  MITOS DE TRATAMIENTOS COVID-19

NÃO. Atualmente não existe evidência científica de nenhum medicamento que seja eficaz para tratar ou prevenir a infecção por Coronavírus (COVID-19). Para mais informação: Tratamentos para o manejo de COVID-19

NÃO. Atualmente não existe evidência científica nem nenhuma recomendação oficial de que nenhum comportamento –como os banhos de vapor- seja eficaz para tratar ou prevenir a infecção por Coronavírus (COVID-19).

NÃO. Atualmente estão sendo realizadas muitas pesquisas para combater o Coronavírus (COVID-19), entre as quais se encontram os ensaios clínicos de vacinas que possam prevenir a infecção, mas ainda não há resultados conclusivos.

NÃO. Atualmente não existe evidência científica nem nenhuma recomendação oficial de que nenhum comportamento seja eficaz para tratar ou prevenir a infecção por Coronavírus (COVID-19).

NÃO. Os antibióticos são eficazes contra as bactérias, mas não contra os vírus. Para mais informação: Tratamentos para o manejo de COVID-19

|  MITOS DE PREVENCIÓN COVID-19

NÃO. Atualmente não existe evidência científica nem recomendação oficial de que nenhum medicamento, substância, vitamina ou alimento específico ou comportamento seja eficaz para tratar ou prevenir a infecção por Coronavírus (COVID-19).

NÃO. Atualmente não existe evidência científica ou comunicado oficial de que o frio possa matar o novo Coronavírus ou acabar com outras enfermidades.

NÃO. Atualmente não existe evidência científica nem nenhuma recomendação oficial de que nenhum comportamento –como os banhos em água quente- seja eficaz para tratar ou prevenir a infecção por Coronavírus (COVID-19).

NÃO. Atualmente não existe evidência científica nem recomendação oficial de nenhum medicamento, substância, vitamina ou alimento específico ou comportamento que seja eficaz para tratar ou prevenir a infecção por Coronavírus (COVID-19).

NÃO. As vacinas contra a pneumonia, como a vacina pneumocócica e a vacina contra a influenza Haemophilus tipo B (Hib), não são eficazes para o tratamento ou a prevenção (profilaxe) contra o novo Coronavírus. Para mais informação: Tratamentos para o manejo de COVID-19

NÃO. Atualmente não existe evidência científica nem recomendação oficial de nenhum medicamento, substância, vitamina ou alimento específico ou comportamento que seja eficaz para tratar ou prevenir a infecção por Coronavírus (COVID-19).

NÃO. Atualmente não existe evidência científica nem recomendação oficial de nenhum medicamento, substância, vitamina ou alimento específico ou comportamento que seja eficaz para tratar ou prevenir a infecção por Coronavírus (COVID-19).

|  MITOS DA TRANSMISSÃO COVID-19

Até a data, não há evidência científica que indique que o 2019-nCoV possa ser transmitido por meio de mosquitos.

O novo Coronavírus (SARS-CoV-2) é um vírus respiratório que se propaga principalmente por contato com uma pessoa infectada através das gotículas respiratórias que são geradas quando esta pessoa tosse ou espirra.

Atualmente as recomendações oficiais indicam que só se deve usar máscara se for por recomendação de um profissional da atenção médica. As pessoas infectadas com COVID-19 e que mostrem sintomas devem usar uma máscara para evitar a propagação do vírus.

O uso de máscaras também é crucial para os trabalhadores da saúde e outras pessoas que estejam cuidando, em entornos fechados, a pacientes com COVID-19.

ENTRE EM CONTATO COM A REDE EAMI

Envie-nos informaçõe atualizadas, perguntas ou sugestões para Eamicovid19@aemps.es ou preencha este Formulário de contato