Nasce a Casa da Ibero-América no Panamá

Cria-se a Casa da Ibero-América no Panamá como espaço de encontro, integração e coordenação dos Organismos Ibero-americanos, que apoiará o fortalecimento da cooperação a nível regional.

casaiberoamerica

A Casa da Ibero-América, que albergará vários organismos ibero-americanos, começará a funcionar no Panamá graças a um acordo assinado hoje pela secretária geral ibero-americana, Rebeca Grynspan, e a vice-presidente e Ministra de Assuntos Exteriores panamiana, Isabel De Saint Malo.

A sede será estabelecida no mesmo local que agora partilham a Secretaria Geral Ibero-americana e a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), na Cidade do Saber, na margem do Canal do Panamá, e a esse espaço físico juntar-se-ão a Organização Ibero-americana da Juventude (OIJ), a junta diretiva do Fundo Indígena e a Televisão Educativa da Ibero-América (TEIB).

Será um espaço de encontro, integração e coordenação dos Organismos Ibero-americanos, que apoiará o fortalecimento da cooperação a nível regional.

“Estamos muito contentes com o apoio que o Panamá nos deu para chegar a este momento”, que reafirma o país “como um ponto de encontro das Américas e neste momento a união das duas margens: o Atlântico como uma ponte e não como um abismo”, disse a Secretária Geral em entrevista aos meios. Destacou também que a Casas da Ibero-América permitirá robustecer a cooperação cultural e diplomática e será constituído um espaço amplo para o fortalecimento das relações ibero-americanas.

Na reunião também estiveram presentes Leonor Calderón, Representante da SEGIB para o México, América Central e o Caribe e Melissa Wong da OEI.

Veja todos os assuntos