Apelo conjunto por uma globalização para as pessoas

Quatro organizações que representam mais de 50% da população mundial nos cinco continentes fazem um apelo conjunto por uma globalização que supere a desigualdade e aborde desafios comuns.

llamado-dentro

As líderes da Secretaria-Geral Ibero-Americana, Rebeca Grynspan; da Organização Internacional da Francofonia, Michaëlle Jean; da Commonwealth (Mancomunidade das Nações), Patricia Scotland; e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Maria do Carmo Silveira, se reuniram para fazer um apelo conjunto no marco do Fórum Econômico Internacional das Américas, realizado de 12-15 junho em Montreal, Canadá.

“Uma globalização que supere a desigualdade econômica, assegure uma educação e formação de qualidade e um desenvolvimento que contemple a sustentabilidade ambiental” são alguns dos pontos centrais do apelo.

Conscientes de que os desafios globais não podem ser enfrentados de maneira individual, o apelo visa alcançar uma maior ação em torno aos valores compartilhados, o diálogo e a busca de consensos, o multilateralismo e a diplomacia, a cooperação, a paz e a justiça.

Com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável como referência, as líderes dos principais espaços culturais do mundo defendem uma globalização comprometida em superar as questões pendentes após as conquistas alcançadas nos últimos anos, como a redução da pobreza e da desigualdade, a igualdade de gênero e o equilíbrio ambiental.

Este apelo é um compromisso para uma maior cooperação entre estas destacadas organizações para fortalecer a ação coordenada em torno à agenda internacional de desenvolvimento e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

“Conseguir o mundo e o futuro que queremos requer mais esforços, mais parcerias, mais iniciativas transnacionais com resultados concretos para as pessoas. Por isso estamos aqui“, enfatizou a Secretária-Geral Ibero-Americana, Rebeca Grynspan.

Juntas, a Comunidade Ibero-Americana, a Commonwealth, a Organização Internacional da Francofonia e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, representam 137 países, estados e territórios nos cinco continentes que somam um total de 3.900 milhões de habitantes, representando mais de 50% da população mundial.

Seus membros incluem povos indígenas e afrodescendentes, 30 dos 39 pequenos Estados insulares em desenvolvimento, 37 dos 48 países menos desenvolvidos do planeta, vários países emergentes, três países membros do G7 e 10 países membros do G20.

Ressalta-se o fato histórico de que, neste momento e, pela primeira vez, os quatro organismos são liderados por mulheres.

Apelo conjunto

Veja todos os assuntos