Ibero-América e o Plano de Ação de Buenos Aires. Reflexões para o PABA+40

Entre os dias 21 e 23 de junho foi realizado o Seminário internacional “Ibero-América e o Plano de Ação de Buenos Aires. Reflexões para o PABA+40”, organizado pelo Programa Ibero-americano para o Fortalecimento da Cooperação Sul-Sul (PIFCSS), em coordenação com a Direção Geral de Cooperação Internacional do Ministério de Relações Exteriores e Culto da Argentina.

css

Entre os dias 21 e 23 de junho foi realizado o Seminário internacional “Ibero-América e o Plano de Ação de Buenos Aires. Reflexões para o PABA+40”, organizado pelo Programa Ibero-americano para o Fortalecimento da Cooperação Sul-Sul (PIFCSS), em coordenação com a Direção Geral de Cooperação Internacional do Ministério de Relações Exteriores e Culto de Argentina.

No Seminário participam representantes da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, República Dominicana e Uruguai; além de convidados especiais.

A sessão de abertura esteve a cargo de Ana Ciuti, Diretora Geral de Cooperação Internacional do Ministério de Relações Exteriores e Culto da Argentina; Alejo Ramirez, Diretor do Escritório Sub-regional para o Cone Sul da Secretaria Geral Ibero-americana e Ryna Garay, Diretora Geral de Cooperação ao Desenvolvimento do Ministério de Relações Exteriores de El Salvador em representação da Secretária Executiva do PIFCSS.

Além disso, contou-se com a presença Jorge Chediek, Diretor do Escritório das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul (UNOSSC) e Enviado Especial do Secretário Geral para a Cooperação Sul-Sul, e foram apresentados os resultados iniciais do estudo encomendado pelo PIFCSS “A Cooperação Sul-Sul e Triangular nos cenários globais e regionais 2012-2016” a cargo de Bruno Ayllón. Reflexionou-se  também sobre a atual conjuntura da governação da CSS e Triangular, e os desafios em face ao PABA+40, através de uma participação de Javier Sulasky.

O espaço gerado desde o PIFCSS pretende estabelecer um diálogo com os Responsáveis de Cooperação ibero-americanos sobre os avanços e desafios na governação e a gestão da Cooperação Sul-Sul na atualidade, 40 anos desde a adoção do PABA, e reflexionar sobre as recomendações deste para a Cooperação Sul-Sul.

O processo de PABA+40 implica a consolidação de uma postura comum da região, com vistas ao encontro que será realizado em março de 2019, em Buenos Aires, que marcará um posicionamento global sobre a cooperação Sul-Sul.

Veja todos os assuntos