Avança o XI Encontro Cívico com o foco na juventude ibero-americana

Realiza-se em Medellín o Encontro das Organizações da Sociedade Civil prévia à XXV Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo

XIEncuentroCivico-2

No dia de ontem começou em Medellín, Colômbia, o XI Encontro Cívico prévio à XXV Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo, com o objetivo de reconhecer e evidenciar o estado atual dos temas da Juventude, Educação e Empreendedorismo na Ibero-América e construir recomendações aos governos da região para que implementem processos que garantam os direitos dos jovens e das Organizações da Sociedade Civil, assim como o cumprimento das metas estabelecidas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável relativos à educação e Trabalho.

Abriu a cerimônia Ana María Almario, Diretora de Democracia, Participação Cidadã e Ação Comunal do Ministério do Interior da Colômbia, acompanhada pela Secretária Adjunta Ibero-americana, Mariangela Rebuá, o Secretário Geral da OIJ, Max Trejos e a Presidente da Liga Ibero-americana de OSCs, Alejandra Solla.

SGA-EncuentroCivico

A Secretária Adjunta Ibero-americana iniciou a sua intervenção recordando que a “Ibero-América é mais do que um espaço de diálogo político ou cooperação intergovernamental: é um espaço de encontro social, de diálogo entre diferentes setores e diferentes grupos sociais”, acrescentando que “os governos existem para idealizar políticas e soluções, mas também para escutar e validar as soluções desenhadas pelos próprios cidadãos”, em linha com a temática do evento.

Por sua vez, os diferentes atores envolvidos refletiram durante toda a manhã sobre o tema das juventudes na região, considerando-a um “ator social indispensável para o desenvolvimento produtivo, social e democrático das populações” contextualizando a sua realidade social e discutindo sobre o papel das Organizações Sociais como ator corresponsável na construção de políticas públicas.

ongs

Durante o evento também se apresentou o relatório denominado “As organizações da sociedade civil ibero-americana como dispositivos de inovação social”. Um mapeamento de organizações e registro de experiências de inovação social sobre juventude, educação e empreendedorismo que permite identificar experiências e as contribuições oferecidas pelas OSC sobre inovação social, particularmente nas temáticas da XXV Cúpula Ibero-americana.

Ao longo do dia de hoje, terminar-se-á de discutir a declaração final do Encontro, documento que será elevado aos Presidentes na próxima Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo.

Veja todos os assuntos