Ibermúsicas cresce somando o Equador e a Venezuela

Em uma jornada de enorme alegria para toda a comunidade musical Ibero-americana, dois novos países se incorporam a Ibermúsicas: Equador e Venezuela já são membros plenos do Programa. Assim, Ibermúsicas continua se consolidando como o programa de cooperação do âmbito musical com mais êxito na região. No marco da XIV Reunião do Conselho Intergovernamental do […]

consejoibermusicas2018

Em uma jornada de enorme alegria para toda a comunidade musical Ibero-americana, dois novos países se incorporam a Ibermúsicas: Equador e Venezuela já são membros plenos do Programa. Assim, Ibermúsicas continua se consolidando como o programa de cooperação do âmbito musical com mais êxito na região.

No marco da XIV Reunião do Conselho Intergovernamental do Programa IBERMÚSICAS realizada de 7 a 9 de março de 2018, na cidade de Buenos Aires e organizada pelo Ministério de Cultura da Nação Argentina, os representantes da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, México, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e SEGIB, deram as boas-vindas aos dois novos países. Equador e Venezuela chegam para integrar e dinamizar ainda mais a aliança. Desde agora são treze os países que integram o Programa em qualidade de membros plenos.

A partir do mês de abril todos os artistas musicais e os integrantes do setor musical do Equador e da Venezuela poderão ser parte das convocatórias Ibermúsicas.

O Programa de Fomento das Músicas Ibero-americanas, Ibermúsicas, foi aprovado na XXI Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo, celebrada em Assunção, Paraguai em novembro de 2011.

Veja todos os assuntos