Conetar: Programa avançado de liderança pública

A Escola Ibero-americana de Liderança reúne durante esta semana a 50 líderes de distintas áreas estratégicas de Governo dos 22 países ibero-americanos. Serão celebradas quatro jornadas intensas de trabalho onde será gerada uma agenda conjunta para formular projetos inovadores de alto impacto social.

conectar

A Escola Ibero-americana de Liderança reúne durante esta semana a 50 líderes de distintas áreas estratégicas de Governo dos 22 países ibero-americanos. Serão celebradas quatro jornadas intensas de trabalho onde será gerada uma agenda conjunta para formular projetos inovadores de alto impacto social.

Para começar, na terça-feira, 3 de abril será realizado um ato inaugural na Mesa Redonda da Secretaria Geral Ibero-americana com a participação da secretária geral ibero-americana, Rebeca Grynspan; o secretário de Estado de Cooperação Internacional e para a Ibero-América e o Caribe, Fernando García Casas; e o vice-presidente Fundação Ortega- Marañón, Julio Iglesias de Ussel y Ordis. Este ato poderá ser acompanhado por streaming através deste enlace.

Durante toda a semana os alunos iniciarão quatro jornadas de trabalho onde serão combinados estudos de caso, documentos técnicos, colóquios, encontros com especialistas da região e visitas institucionais a empresas líderes da Espanha. O programa se estrutura em três módulos e abordará o contexto ibero-americano e a visão estratégica, a inovação e administração estratégica e a comunicação e a geração de confiança.

Finalmente, para terminar a visita, na sexta-feira, 6 de abril, os alunos assistirão a uma recepção na Casa Real com o Rei Felipe VI e posteriormente, às 13:00h, participarão da conferência de clausura: “Ibero-América e as lideranças inclusivas: um roteiro em gênero e diversidade” com Luiza Carvalho, diretora Regional da ONU Mulheres para as Américas e o Caribe e a secretária geral ibero-americana, Rebeca Grynspan. Esta conferência também poderá ser acompanhada em streaming através deste enlace.

Entre os participantes, cabe destacar a presença de juízes de cortes constitucionais, deputados, responsáveis de gabinetes de presidências, altos funcionários de governo, representantes de assembléias nacionais e governos locais, responsáveis de fundos de investimento social, especialistas em comunicação, meio ambiente, desenvolvimento sustentável, políticas de prevenção da violência, juventude, governo aberto e adoção de plataformas de blockchain para governo.

Veja todos os assuntos